Terça-feira, 4 de Janeiro de 2005

Aproveite o momento!...

Desculpem-me por isto não estar escrito em português...mesmo assim, achei que valia a pena compartilhar.

APROVEITE O MOMENTO



Eu tenho uma amiga que vive baseada em uma filosofia de três palavras:
Aproveite o momento.

Exatamente por isso, ela me parece ser a mulher mais sábia neste planeta.
Muitas pessoas adiam algo que lhes traz alegria só porque não
pensaram sobre isto, ou não tem vaga em sua agenda, ou não sabem o
que vem pela frente ou são muito rígidas para sair da rotina.

Outro dia eu estava pensando sobre todas aquelas mulheres no
Titanic, que privaram-se da sobremesa no jantar naquela noite fatal
num esforço para manter a silhueta.
Parece meio besta mas pense bem.
Daí em diante eu tentei ser um pouco mais flexível.

Quantas mulheres por aí comerão em casa porque quando seu marido
convidou para jantar já tinha algo descongelado?
Quantas vezes você tinha suas crianças prontas para brincar e
conversar e você ficou em silêncio assistindo aquele programa na televisão?

Foram inúmeras as vezes em que eu liguei para minha irmã e disse,
- Que tal irmos almoçar daqui a meia hora?
Ela ofegava e gaguejava um
- Eu não posso.
Sempre completado com um:
- Preciso lavar a cabeça.
- Você devia ter me avisado ontem.
- Eu tomei o café da manhã muito tarde.
- Parece que vai chover.
E o meu favorito: - Hoje é segunda-feira.

Ela morreu alguns anos atrás. E nós nunca almoçamos juntas.

Parece que nós programamos até o horário da dor de cabeça.
Nós vivemos com uma lista de promessas que fazemos para nós
mesmos para quando as condições forem perfeitas:
Visitarei meus avós... quando conseguirmos reformar o banheiro;
Faremos uma festa... quando substituirmos o tapete;
Sairemos em uma segunda lua de mel... quando as crianças se formarem.

A vida tem um jeito mais acelerado quando vamos ficando mais velhos.
Os dias ficam menores e a lista de promessas para nós mesmos vai
ficando cada vez mais longa.

Uma manhã a gente acorda e tudo o que temos para mostrar de nossas
vidas é uma ladainha de "estou indo", "estou planejando" e
"algum dia, quando as coisas estiverem ajeitadas".

Quando alguém convida minha amiga "aproveite o momento", ela está
sempre aberta à aventuras e disponível para viagens.
Ela mantém a mente aberta para novas idéias.
Seu entusiasmo pela vida é contagioso.

Meus lábios não tocavam em um sorvete há 10 anos.
E eu adoro sorvete.
Noutro dia, eu parei o carro e comprei um cascão triplo.
Se meu carro batesse em um iceberg a caminho casa, eu teria morrido feliz.

Agora, vá em frente e tenha um bom dia.
Faça algo que você QUER fazer e não apenas algo que DEVIA ESTAR NA LISTA.


Tradução Sergio Barros em texto de autoria desconhecida.
publicado por Zé às 22:07
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 6 de Janeiro de 2005 às 13:51
Agora reparei num erro ortográfico inadmissível. Queria dizer conciliar. É o que dá quando não se pré-visualiza antes de publicar o que se escreve ao correr da pena.
</a>
(mailto:)
De Anónimo a 6 de Janeiro de 2005 às 13:43
Finalmente um comentário meu a este blog. Ano Novo, Vida Nova, lá diz o ditado. E, mesmo sem acreditar que a simples mudança no calendário poderá por si só mudar alguma coisa, entendo que a vontade é capaz de mudar os comportamentos. Apesar do texto estar escrito em português made in Brasil, e de me causar, confesso, alguma "impressão", o que importa é a mensagem. De facto, o segredo do saber viver é conseguir equilibrar a vontade e o dever, distinguir o essencial do supérfluo, ponderar o urgente e o prorrogável, consiliar o direito e a razão, manter o amor e a paixão.
Faço votos de que todos consigamos mudar o que de errado está nas nossas vidas.
Isabel
</a>
(mailto:isabeldealmeida@oninet.pt)

Comentar post